segunda-feira, 25 de maio de 2009

Segundo Fórum da Reforma Curricular. Hoje, às 19h

Hoje, a partir das 19h no Auditório do CCJ, ocorrerá o segundo Fórum entre professores e estudantes de Economia para discussão do novo currículo e do novo curso.

Após o primeiro Fórum, ficou clara a negligência por parte da maioria dos professores em levar em conta o projeto estudantil. Entretanto, as mobilizações em sala de aula garantiram que temas importantes como saídas a campo, sistema de avaliações e ementas de disciplinas fossem abordados publicamente.

O Fórum de hoje discutirá esses temas! Compareça!

Um comentário:

Bruna disse...

Olá pessoal,
sou aluna de economia da UFSC e vejo vocês em constantes visitas as salas para divulgar o que está acontecendo. Bem, vim de transferência para a UFSC esse semestre, estudava na UERJ - Estadual do Rio de Janeiro - e lá estava na quinta fase. Cheguei aqui e estou fazendo matérias da segunda e primeira fase. Lá fiz Introdução a Economia I e II, Teoria Micro I (sendo que esta eu reprovei) e estava fazendo Teoria Macro I quando entramos em greve. Nisso já estava fazendo o processo de transferência para a UFSC em que a prova é de Macro I e Matemática I. Fiz a prova a primeira vez e não passei, no final do ano passado fiz de novo e passei. Pois bem, ai começou meu problema quanto a validação de disciplinas, a maioria foram validadas porém Introdução a Micro e Macro não validaram pois alegaram que Introdução a Economia I e II serviram apenas para validar Introdução a Economia aqui (sendo a ementa das disciplinas equivalentes). E mais, que se eu tivesse passado em Teoria Micro I lá automaticamente eliminaria Introdução a Micro e Macro aqui, sendo que eu tentei validar FEB I e II em que no Rio eu dei as duas em uma só disciplina (FEB) e eles não permitiram pois a carga horária não seria equivalente (sendo aqui separado a carga horária é maior). Agora eu pergunto: Como que validariam Introdução a Micro e Macro se eu tivesse passado em Micro I? Eles conseguiriam validar as duas com carga horária de uma?
Bem, no meu caso a grade esta completamente embolada como vocês podem ver, tenho medo de optar pela reforma e embolar mais, visto que esse bloqueio por máximo de créditos no período tranca mais as possobilidades de tentar se adequar num período.
Sugiro que se for acordado a reforma curricular que seja aberto (coisa que não sei se pode atualmente fazer) o número de créditos para se fazer no período. Pois se a grade de vocês, por exemplo, for aceita terei matérias da primeira fase novamente para fazer e se for aberta o número de créditos não prejudicará ninguém e sim só beneficiará. Ainda mais no meu caso que me formaria ano que vem na UERJ e aqui na UFSC, com a grade atual, terei mais três anos pela frente.
Fica aqui minha sugestão e que tenhamos uma Boa sorte nessa luta.
Parabéns ao pessoal do CALE que está divulgando bastante na maneira de envolver todos nessa luta.